A Fundação Getúlio Vargas (FGV) alcançou a 5ª posição no ranking do Global Go To Think Tanks Index, sendo considerada por 11 anos consecutivos a melhor think tank da América Latina.

Orgulho brasileiro

Além de ser eleita por três anos consecutivos como o melhor administrador think tank do planeta, a FGV vem conquistando vários prêmios com o passar do tempo, mostrando o quão bem administrada é essa fundação. Este reconhecimento demonstra a capacidade da organização brasileira de compromisso e responsabilidade com sua missão e seu público.

A organização brasileira é reconhecida mundialmente graças ao seu empenho e seriedade, ocupando várias posições de destaque, tais como: melhor centro de estudos regionais; 4º melhor em políticas sociais; e diversos outros prêmios que só fazem aumentar o prodígio e valor da organização.

Segundo o presidente, o professor Carlos Ivan Simonsen Leal, “A FGV consegue manter e melhorar seu trabalho árduo e manter a instituição em um nível elevado, entre os melhores do mundo.”

A Fundação Getúlio Vargas surgiu em 20 de dezembro de 1944. Sempre pioneira, a FGV inaugurou diversos cursos de graduação e pós-graduação em várias disciplinas. Sempre inovando e comprometida com o desenvolvimento nacional, ajudando a estimular o desenvolvimento socioeconômico nacional.

A FGV, através do Instituto Brasileiro de Economia (IBRE), divulga e gera relatórios, indicadores que contribuem para o auxílio do direcionamento da economia brasileira. Os temas abrangem a macro e microeconomia, finanças, saúde, direito, previdência social e diversos outros. A fundação ainda realiza trabalhos sob encomenda para o setor público, iniciativa privada e organismos internacionais, como o Banco Mundial.

São inúmeros os benefícios que a FGV traz ao nosso país, tanto na formação de profissionais de sucesso, como nas questões socioeconômicas. O Brasil é um país muito afortunado de ter uma organização tão séria e comprometida como a FGV, trabalhando em prol dele.